CLIPPING

3 dúvidas sobre o Covid-19 e estudantes internacionais

03/04/2020 09:42

Estudantes de intercâmbio foram pegos de surpresa pela pandemia do novo coronavírus. Universidades buscam formas de não prejudicar o curso.


O Covid-19 causou incertezas em praticamente todos os aspectos da vida em sociedade, da saúde à economia, inclusive, claro, na educação. Com o mundo adotando a quarentena e isolamento social por tempo indeterminado a fim de conter a pandemia, universidades de todas as partes tiveram de agir rápido para proteger o bem-estar de seus estudantes e colaboradores.

Em meio a tantas incertezas, o que posso fazer em relação aos meus estudos no exterior?

1. Eu já estou no exterior. E agora?

A primeira medida tomada pelas universidades internacionais foi fechar as suas portas e orientar os seus estudantes a ficarem em casa. Muitos alunos estrangeiros conseguiram um voo para casa antes do cancelamento de voos internacionais “não essenciais”.

Para quem foi e quem ficou, as instituições estão procurando formas de não prejudicar o andamento dos estudos. Algumas adiaram prazos de trabalhos e provas; outras estão se adaptando para ministrar aulas online. Materiais de estudos, como leituras, vídeos, apostilas e eBooks, são enviados por email ou disponibilizados em portais virtuais das universidades, permitindo que os alunos estudem em casa durante a pandemia.

A famosa University of New York, em Nova York, uma das principais cidades afetadas pela doença nos Estados Unidos, passará a conduzir os cursos remotamente durante o semestre de primavera. Os residenciais estudantis dentro do campus permanecerão fechados, portanto os estudantes precisam encontrar um local para morar durante o isolamento social, e a cerimônia de graduação da última turma foi adiada sem data certa.

A University of Bristol, nona melhor instituição do Reino Unido segundo o ranking QS, fechou todos os prédios do campus, exceto os residenciais, para que os estudantes não tenham de se locomover, e o atendimento bibliotecário online. As datas dos estudos foram todas reagendadas para o final de 2020 e início de 2021.

Uma situação sem precedente como essa pegou todos desprevenidos. Apesar da agilidade nas respostas, ainda há dúvidas de como as instituições de ensino superior procederão. Os estudantes, por outro lado, precisarão se adaptar ao estudo online e criar uma rotina dentro de casa sem que atrasem a conclusão do curso ou entrega de TCC, dissertação ou tese.

No site oficial de universidades internacionais, especialmente as que costumam receber estudantes estrangeiros, há informações sobre o plano de emergência e medidas de segurança adotadas por cada uma.

2. Está aberto a um plano B?

Se o Covid-19 prejudicou os seus planos de estudar no exterior, um plano B acessível e mais adequado para este momento de incertezas e precauções é encontrar um curso online de uma universidade internacional.

As duas principais vantagens da educação online/a distância é a economia com a viagem e o custo de vida em outro país e a flexibilidade de escolher quando e onde estudar, desde que, no seu ritmo, você termine a carga horária obrigatória.

Apesar de remotos, os cursos online de instituições renomadas têm a mesma qualidade de ensino que os presenciais e os alunos acessam a todos os recursos e ferramentas virtualmente. Dessa forma, mesmo que estude de casa, o currículo é rigoroso e você se forma com um diploma de alcance global.


3. Ainda quer estudar no exterior?

Se você não quer desistir do seu sonho de estudar no exterior, a recomendação é adiar a sua viagem para quando for seguro.

As universidades ainda estão analisando como e quando realizar os processos de admissão e quando as novas turmas poderão retomar às aulas presenciais em seus campi. Como centros oficiais de testes de proficiência na língua inglesa, como IELTS e TOEFL, também estão fechados sem previsão do contrário, por enquanto, o processo seletivo deverá ser adiado.

No entanto, as universidades têm interesse em continuar a receber alunos estrangeiros e, com certeza, farão o possível a fim de diminuir o prejuízo para todos os envolvidos.

A melhor opção no momento é entrar em contato direto com a universidade internacional na qual você está interessado para receber a orientação adequada de como prosseguir com o seu plano de estudar no exterior.


Veja também

MEC define protocolo de segurança para volta às aulas

02/07/2020 19:01

Quarto dia do Webinar Internacional "Enfrentamento à covid-19: horizontes da educação"

02/07/2020 18:56

Projeto de parceria entre governo e ICES aguarda volta das atividades presenciais para votação

02/07/2020 18:05

INSCREVA-SE PARA RECEBER NOVIDADES

Artigos, notícias e informativos sobre legislação da área da educação



CONTATO

SEPN 516 Norte, Bloco D, Lote 9,

Edifício Via Universitas, 4° andar

CEP 70.770-524 - Brasília - DF

Entrada pela via W2

(61) 3349.3300

(61) 3347.4951

(61) 3030.2200

(61) 9.9370.3311

abruc@abruc.org.br

REDES SOCIAIS

COPYRIGHT © 2018 ABRUC. A ABRUC não é responsável pelo conteúdo de sites externos.