CLIPPING

Avaliação In Loco: Mais de mil cursos avaliados em 3 meses

20/07/2021 08:25

Modalidade virtual deu maior celeridade ao processo avaliativo dos cursos e representa mais de 80% das visitas externas. Dados são de abril a junho.


O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) atingiu a marca de 1061 avaliações de cursos e instituições de educação superior. O número é referente às avaliações in loco presenciais e virtuais. A modalidade on-line representa 80,4% das avaliações externas, com 853 visitas virtuais, e 208 presenciais. Os dados são referentes ao período de 26 de abril a 19 de julho de 2021.

O alcance dessa marca é devido à implementação da modalidade virtual, que tem dado maior celeridade ao processo de avaliações in loco dos cursos e das instituições de educação superior. O novo formato ainda não atende a todos os cursos, mantendo o modelo de avaliação presencial para medicina, odontologia, enfermagem e psicologia.

As avaliações on-line têm duração mínima de dois dias para avaliar os cursos e três dias para avaliação institucional. Durante as visitas virtuais, realizadas por videoconferência, pela plataforma Microsoft Teams, os avaliadores analisam documentos e entrevistam representantes institucionais e docentes, além de realizarem a avaliação das instalações físicas da instituição. Também são vistoriados os sistemas de informática utilizados, tal qual a avaliação presencial in loco. Nesse caso, apenas entrevistas e depoimentos sigilosos não podem ser registrados. Os demais procedimentos são gravados para maior transparência dos processos. Após as visitas on-line, os avaliadores têm até cinco dias para a finalização do relatório.

A avaliação externa virtual in loco não mudou a metodologia da avaliação presencial, mantendo o mesmo rigor acadêmico, técnico e metodológico das análises institucionais e de cursos de graduação. O que a difere da modalidade presencial é a utilização da tecnologia, com uso de imagens ao vivo, no processo. 

Avaliação in loco – O Inep é responsável pela avaliação externa in loco de cursos das instituições de educação superior. O objetivo é garantir a qualidade do ensino ofertado nesse nível educacional, além de ser um dos pilares avaliativos constantes na Lei do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes). O processo se baseia nos referenciais básicos para as regulações e as supervisões da educação superior.

As avaliações também servem como subsídio para a informação, por parte da sociedade, sobre a qualidade do ensino superior ofertado no Brasil. A avaliação institucional ocorre para que as instituições possam ser credenciadas ou recredenciadas, conforme decisão do Ministério da Educação (MEC). Do mesmo modo, o processo avaliativo dos cursos acontece para que as graduações ofertadas possam ser autorizadas, reconhecidas, assim como ter renovação de reconhecimento conferida ou ainda transformação de organização acadêmica. 


Fonte: INEP


Veja também

Comissão de Educação avalia funcionamento de gabinetes de enfrentamento à pandemia

30/07/2021 07:40

Sancionada suspensão das metas de entidades com o SUS até o fim deste ano

30/07/2021 07:36

'Apagão no CNPq reflete o desinvestimento na pesquisa', diz Tabata Amaral

30/07/2021 07:25

INSCREVA-SE PARA RECEBER NOVIDADES

Artigos, notícias e informativos sobre legislação da área da educação



CONTATO

SEPN 516 Norte, Bloco D, Lote 9,

Edifício Via Universitas, 4° andar

CEP 70.770-524 - Brasília - DF

Entrada pela via W2

(61) 3349.3300

(61) 3347.4951

(61) 3030.2200

(61) 9.9370.3311

abruc@abruc.org.br

REDES SOCIAIS

COPYRIGHT © 2018 ABRUC. A ABRUC não é responsável pelo conteúdo de sites externos.