CLIPPING

Brasil tem melhor resultado da história na Olimpíada Internacional de Matemática

29/09/2020 14:54

Pela primeira vez na história, time brasileiro chegou ao top 10 entre 105 países; país tem 142 medalhas no total


Pela primeira vez, o Brasil ficou entre os 10 melhores países na Olimpíada Internacional de Matemática (IMO, na sigla inglês). O time, formado por seis jovens de quatro estados, conquistou uma medalha de ouro e cinco de prata.

Com 142 medalhas, o Brasil é o país latino-americano com maior número de premiações na competição.

A 61ª edição da IMO, que teve 105 países participantes, aconteceria em São Petersburgo, na Rússia, mas foi realizada remotamente devido à pandemia da Covid-19. As provas foram aplicadas em 21 e 22 de setembro, e o resultado foi divulgado no domingo (27).

O ouro brasileiro foi conquistado por Pedro Gomes Cabral. As medalhas de prata ficaram com Bernardo Peruzzo Trevizan, Francisco Moreira Machado Neto, Gabriel Ribeiro Paiva, Guilherme Zeus Dantas e Moura e Pablo Andrade Carvalho Barros.

Pedro havia sido medalhista de prata na edição do ano passado da IMO, e Bernardo e Guilherme tinham conquistado o bronze.

Os seis, todos estudantes do ensino médio, com idades entre 14 e 19 anos, foram medalhistas da 41ª OBM, a Olimpíada Brasileira de Matemática, passaram por três testes seletivos e um treinamento até a IMO.


Fonte: Folha de São Paulo

Veja também

Especialistas em EPT discutem importância da avaliação

14/05/2021 09:33

Nota de esclarecimento | Enem 2021

14/05/2021 09:31

Senado vai debater estratégia para retorno seguro às aulas presenciais

14/05/2021 08:13

INSCREVA-SE PARA RECEBER NOVIDADES

Artigos, notícias e informativos sobre legislação da área da educação



CONTATO

SEPN 516 Norte, Bloco D, Lote 9,

Edifício Via Universitas, 4° andar

CEP 70.770-524 - Brasília - DF

Entrada pela via W2

(61) 3349.3300

(61) 3347.4951

(61) 3030.2200

(61) 9.9370.3311

abruc@abruc.org.br

REDES SOCIAIS

COPYRIGHT © 2018 ABRUC. A ABRUC não é responsável pelo conteúdo de sites externos.