CLIPPING

Proposta determina que Constituição, estatutos e leis devem estar disponíveis em escolas

27/09/2018 15:03

A Câmara analisa o Projeto de Lei 10285/18, do Senado, que obriga as escolas públicas a manter, em local visível e de fácil acesso ao público, pelo menos dois exemplares de oito textos legais selecionados. A proposta altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei 9.394/96).

Se as escolas não cumprirem o que determina a proposta, deverão organizar seminários sobre os temas dos textos que não tiver mantido disponíveis. Os oito selecionados são:
- Consolidação das Leis do Trabalho (CLT, Decreto-Lei 5.452/43);
- Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8.069/90);
- Estatuto da Igualdade Racial (Lei 12.288/10);
- Estatuto da Juventude (Lei 12.852/13);
- Estatuto da Pessoa com Deficiência (Lei 13.146/15);
- Estatuto do Idoso (Lei 10.741/03); e
- Lei Maria da Penha (Lei 11.340/06).

Para o autor da proposta, o ex-senador por Tocantins Donizeti Nogueira, o objetivo é incentivar o exercício da cidadania. Ele argumentou que a disponibilidade dessas leis nas escolas envolverá os alunos, desde os primeiros anos de formação intelectual, com o debate sobre esses temas.

Tramitação
A proposta, que tramita em caráter conclusivo, será analisada pelas comissões de Educação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Veja também

Especialistas em EPT discutem importância da avaliação

14/05/2021 09:33

Nota de esclarecimento | Enem 2021

14/05/2021 09:31

Senado vai debater estratégia para retorno seguro às aulas presenciais

14/05/2021 08:13

INSCREVA-SE PARA RECEBER NOVIDADES

Artigos, notícias e informativos sobre legislação da área da educação



CONTATO

SEPN 516 Norte, Bloco D, Lote 9,

Edifício Via Universitas, 4° andar

CEP 70.770-524 - Brasília - DF

Entrada pela via W2

(61) 3349.3300

(61) 3347.4951

(61) 3030.2200

(61) 9.9370.3311

abruc@abruc.org.br

REDES SOCIAIS

COPYRIGHT © 2018 ABRUC. A ABRUC não é responsável pelo conteúdo de sites externos.