NOTICIA

Especialistas em EPT apresentam matriz de referência

09/04/2021 14:28

Na avaliação educacional em larga escala, é necessário saber o que avaliar e para quê. A matriz de referência é a ferramenta essencial desse processo


ESTUDOS EDUCACIONAIS

A série de lives Quintas da EPT é um projeto que aborda 16 estudos presentes no livro “Avaliação da Educação Profissional e Tecnológica: um campo em construção”. Foto: Quintas da EPT/Reprodução.


Todas as quintas-feiras, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) discute temas essenciais para o desenvolvimento da avaliação da educação profissional e tecnológica (EPT), por meio das lives Quintas da EPT. Na edição desta quinta-feira, 8 de abril, as pesquisadoras Claudia Maffini Griboski e Renata Manuelly de Lima Rêgo, ambas do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), apresentaram as etapas de desenvolvimento das matrizes de referência da avaliação educacional em larga escala, com foco para a educação profissional.

De acordo com as pesquisadoras, a construção da matriz de referência — ferramenta fundamental para a avaliação em larga escala — passa, essencialmente, pelos seguintes questionamentos: para que avaliar? O que avaliar? Quem são os participantes? Como avaliar? Quem avaliar? Como usar os resultados da avaliação? Com as respostas dessas perguntas, é possível alcança um maior detalhamento da matriz de referência, de modo a definir a finalidade e o objeto da avaliação. 

No contexto da EPT, sugere-se também a aplicação de provas práticas, pois elas permitem avaliar conjuntamente as competências teóricas dos estudantes e suas habilidades do saber-fazer. As competências profissionais definidas na matriz de referências são analisadas sob a forma de situações-problema desafiadoras e representativas.

Segundo Claudia Maffini Griboski, as avaliações educacionais são ferramentas estratégicas para orientar mudanças nos programas avaliados. “Avaliar o desempenho dos estudantes na educação profissional, na perspectiva de aprendizagem por competência, requer o planejamento de estratégias avaliativas que considerem a natureza complexa das competências, de forma a ser possível atestar o desenvolvimento pleno do estudante ao longo do processo de ensino e aprendizagem”, destacou.

Os tópicos expostos durante a live fazem parte do artigo “As matrizes de referência da avaliação educacional em larga escala na Educação Profissional e Tecnológica”, de autoria das duas pesquisadoras do Cebraspe. O estudo propõe alternativas que possibilitem avaliação da EPT, e está presente no livro “Avaliação da Educação Profissional e Tecnológica: um campo em construção”.

Quintas da EPT – A série de lives Quintas da EPT é um projeto que aborda 16 estudos presentes no livro “Avaliação da Educação Profissional e Tecnológica: um campo em construção”. A discussão é conduzida pela Diretoria de Estudos Educacionais do Inep, por meio da Coordenação-Geral de Instrumentos e Medidas Educacionais. As transmissões têm o objetivo de debater referenciais teórico-metodológicos sobre a avaliação da educação profissional, com o intuito de construir diálogos e propostas voltados para o tema. 

Publicação – O livro “Avaliação da Educação Profissional e Tecnológica: um campo em construção” foi lançado pelo Inep no dia 26 de fevereiro de 2021. A publicação reúne um grupo de pesquisadores com o intuito de abordar a EPT no Brasil e é dividida em três dimensões. A primeira é relacionada a questões conceituais e epistemológicas — saber o que é e como avaliar educação profissional e tecnológica —, seguida da pesquisa empírica, que busca identificar investigações de natureza estatística que possam contribuir para a avaliação da educação profissional e tecnológica a partir das bases de dados do Inep e de outras instituições. A última dimensão se refere ao estudo de experiências consolidadas em relação à avaliação da modalidade, apresentando aquelas desenvolvidas em território nacional.  

A produção da publicação contou com o apoio da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) e da Secretaria Executiva do Ministério da Educação. A Universidade de Brasília (UnB), a Universidade Federal do Juiz de Fora (UFJF) e a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) também contribuíram para a pesquisa, além da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica; o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), o Centro Paula Souza, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), o Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação (CAEd) e o Cebraspe, que compartilharam suas experiências consolidadas em avaliação.

Confira a publicação

Assista à live

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do MEC com informações do Inep

Últimos dias para inscrições no Prêmio CAPES de Tese 2021

06/05/2021 10:39

Saúde lança uma das maiores pesquisas de prevalência da Covid-19

06/05/2021 10:37

Relatório de Atividades aponta ações do MEC e suas vinculadas em resposta à pandemia de Covid-19

06/05/2021 10:34

INSCREVA-SE PARA RECEBER NOVIDADES

Artigos, notícias e informativos sobre legislação da área da educação



CONTATO

SEPN 516 Norte, Bloco D, Lote 9,

Edifício Via Universitas, 4° andar

CEP 70.770-524 - Brasília - DF

Entrada pela via W2

(61) 3349.3300

(61) 3347.4951

(61) 3030.2200

(61) 9.9370.3311

abruc@abruc.org.br

REDES SOCIAIS

COPYRIGHT © 2018 ABRUC. A ABRUC não é responsável pelo conteúdo de sites externos.