NOTICIA

Inep detalha ações na pandemia em audiência no Senado

14/07/2021 07:41

Presidente Dupas apresentou ações do Inep durante a pandemia e garantiu a realização das avaliações e dos exames do portfólio do Inep previstos para 2021.

Foto Senado

Na manhã da última segunda-feira, 12 de julho, o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Danilo Dupas, participou da sessão temática do Senado Federal, realizada de modo virtual, com a pauta “Educação na pandemia e funcionamento das instituições de políticas públicas”. O plenário foi presidido pela senadora Leila Barros (PSB-DF), que definiu o debate como fundamental devido ao cenário atual da educação no Brasil com a pandemia de COVID-19.

Durante o debate, o presidente Danilo Dupas reforçou o empenho da atual gestão em relação ao fortalecimento institucional da Autarquia, à valorização dos seus servidores, bem como à conservação do caráter técnico do Instituto, de modo a oferecer ainda mais credibilidade e valor efetivo à sociedade. Dupas também agradeceu o apoio do ministro da Educação, Milton Ribeiro, e da Secretaria Executiva do Ministério da Educação (MEC), representada pelo secretário executivo Victor Godoy, que tem sido fundamental para uma ação articulada entre Inep e MEC, especialmente no atendimento de importantes reivindicações dos servidores, assim como na realização das atividades do Instituto.

“Com esse patrocínio, conseguimos avançar em quatro importantes reinvindicações dos servidores. Essa conquista inédita, para uma demanda tão antiga e importante para o Inep, só foi possível pela combinação de fatores: uma ação articulada entre Inep e MEC, aliada à sinergia com outras vinculadas. A condução dessas demandas é feita em total transparência com servidores e colaboradores”, afirmou o presidente do Inep. “Buscamos melhores condições de trabalho e penso que teremos mais sucesso no cumprimento da missão que recebi do ministro Milton Ribeiro, que é a excelência em avaliações e exames, pesquisas estatísticas e indicadores, gestão do conhecimento e estudos educacionais”, completou Dupas.

Educação na pandemia – Entre as ações que o Inep tem realizado durante a pandemia, o presidente Danilo Dupas destacou a entrega dos resultados da pesquisa “Resposta educacional à pandemia de COVID-19 no Brasil”, divulgados pelo Instituto na última quinta-feira, 8 de julho. O levantamento, que fez parte da segunda etapa do Censo Escolar 2020, aponta os impactos da pandemia na educação básica, bem como revela como os estabelecimentos e as redes de ensino responderam aos desafios impostos pela pandemia no ano letivo de 2020. “Essa pesquisa permite compreender, por exemplo, as estratégias adotadas pelas escolas para continuar ensinando e avaliando os estudantes da educação básica”, explicou.

De acordo com Dupas, os dados da pesquisa servirão de auxílio para o MEC e os secretários estaduais e municipais de ensino na tomada de decisões. Além de estarem disponíveis no portal do Inep, os dados da pesquisa também farão parte do Painel de Monitoramento da Educação Básica no Ponto de Vista da Pandemia, disponibilizado pelo MEC.

Educação superior – O presidente destacou que o Inep também inovou na forma de realizar a avaliação in loco, que agora é 100% virtual. O novo formato oferece celeridade no processo avaliativo das instituições de educação superior, menor custo financeiro e de pessoal, maior disponibilidade de avaliadores, aperfeiçoamento contínuo da ferramenta e dos processos, entre outros. Até agora, o Inep já realizou 906 visitas em 494 instituições de educação superior, sendo 712 virtuais.

Ainda sobre a avaliação da educação superior, o presidente do Instituto lembrou das portarias n.ºs 488 e 489, publicadas pelo MEC na última sexta-feira, 9 de julho, que tornam a Comissão Técnica de Acompanhamento da Avaliação (CTAA) mais robusta, ágil, efetiva e transparente.

Avaliações e exames – Danilo Dupas ainda garantiu a realização de todas as avaliações e os exames do portfólio do Inep com aplicação prevista para 2021. “Apesar da COVID-19, uma situação inédita que estamos superando com o comprometimento de nossos servidores e colaboradores, todas as avaliações e os exames do Inep serão realizados em 2021, além dos pré-testes de avaliações internacionais, como o Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa) e o Estudo Internacional de Progresso em Leitura (PIRLS).”

Ministério da Educação – O secretário de Educação Básica do MEC, Mauro Luiz Rabelo, abordou as dificuldades impostas pelo longo período de suspensão das aulas devido à crise sanitária e destacou as ações que a pasta tem desenvolvido para o retorno presencial. “O que sabemos até agora já nos desafia na estruturação da abertura imediata dos espaços escolares, na busca ativa por nossos estudantes e no apoio à recuperação da aprendizagem”. Segundo Rabelo, é necessário que se faça um planejamento estratégico de reagrupamento das turmas, com reorganização dos ambientes escolares e em grupos, de forma a potencializar o trabalho colaborativo entre os estudantes, com atendimento quase que individualizado.

Também participaram da audiência, representando o MEC, o secretário de Educação Profissional e Tecnológica (Setec/MEC), Tomás Dias Sant’Ana; e o coordenador-geral de Planejamento Acadêmico, Pesquisa e Inovação, da Diretoria de Desenvolvimento da Rede de Instituições Federais de Ensino Superior (Sesu/MEC), Carlos Eduardo Sanches da Silva.

CAPES – A presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), Cláudia de Toledo, lembrou que, apesar dos desafios causados pela pandemia de COVID-19, a instituição conseguiu dar continuidade aos seus objetivos. Segundo ela, as avaliações têm ocorrido normalmente. Na educação básica, a coordenação permaneceu com seus programas principais, como o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid); o Programa de Residência Pedagógica, ambos voltados à formação profissional de estudantes de licenciatura; e a Universidade Aberta do Brasil. “Nada parou. A educação a distância permaneceu ocorrendo e esta é uma questão importante, porque acredito que precisamos prestar contas ao Senado e à nação sobre isso”. Sobre as bolsas, Cláudia afirmou que elas se mantiveram íntegras e estão sendo pagas.

 Fonte: Assessoria de Comunicação Social do Inep


Ministro da Educação reforça defesa de ensino técnico e nega ser elitista

17/09/2021 08:06

Parlamentares fazem visita técnica ao Inep

17/09/2021 07:50

Senado aprova prorrogação de mudanças no calendário escolar até o fim de 2021

17/09/2021 07:46

INSCREVA-SE PARA RECEBER NOVIDADES

Artigos, notícias e informativos sobre legislação da área da educação



CONTATO

SEPN 516 Norte, Bloco D, Lote 9,

Edifício Via Universitas, 4° andar

CEP 70.770-524 - Brasília - DF

Entrada pela via W2

(61) 3349.3300

(61) 3347.4951

(61) 3030.2200

(61) 9.9370.3311

abruc@abruc.org.br

REDES SOCIAIS

COPYRIGHT © 2018 ABRUC. A ABRUC não é responsável pelo conteúdo de sites externos.