NOTICIA

Pesquisadores debatem avanço da educação superior

25/08/2021 06:50

Última live Pesquisa Inep contou com a participação do presidente do Instituto, Danilo Dupas. Seminários estão disponíveis no canal do Inep no YouTube.

Interna-PesquisaINEP.jpg

Cenários da educação superior brasileira e seus avanços. Esse foi o tema abordado na última live da série Pesquisa Inep: Seminário de Estudos e Pesquisas em Políticas Educacionais, realizada nesta terça-feira, 24 de agosto, no canal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) no YouTube. 

A transmissão de encerramento contou com a participação do presidente do Instituto, Danilo Dupas, que parabenizou a equipe da Diretoria de Estudos Educacionais pelo seminário e pela divulgação dos estudos realizados no âmbito do Inep. A série de lives discutiu, em quatro encontros semanais durante o mês de agosto, a qualidade e a desigualdade educacional, financiamento, educação e trabalho, e foi encerrada com o debate sobre a educação superior.

Para Danilo Dupas, o seminário contribuiu para a disseminação dos estudos realizados pelo Inep. “É missão deste Instituto produzir conhecimento científico e informações oficiais para o aprimoramento das políticas públicas educacionais, contribuindo para o desenvolvimento social e econômico do País”, ressaltou.

Em seguida, os pesquisadores do Inep Adriano Souza Senkevics e Alexandre Ramos de Azevedo apresentaram os estudos “A expansão recente do ensino superior: cinco tendências de 1991 a 2020” e “A educação superior pública na modalidade a distância no Brasil: desafios e possibilidades”, respectivamente.

Em sua apresentação, Adriano explanou sobre o segundo ciclo de expansão da educação superior brasileira, com atenção ao período de 1991 a 2020. De acordo com o pesquisador, cinco tendências contribuíram para o avanço da etapa de ensino: a democratização do acesso à educação superior; a instituição de ações afirmativas — políticas compensatórias, baseadas nos princípios de igualdade de oportunidades e discriminação positiva; o desequilíbrio público-privado na oferta de cursos e matrículas; a ampliação da educação a distância (EaD) e a chamada estratificação horizontal — disparidades qualitativas, internas ao próprio sistema, que condicionam para quais instituições, graus e modalidades de ensino ou carreiras distintos grupos sociais tendem a se direcionar.

Para Adriano, o segundo ciclo de expansão ocorreu por meio de políticas inclusivas, que direcionaram o acesso à educação superior para segmentos menos privilegiados, inaugurando um “sistema de massas”, com novos desafios a uma nova geração de jovens. O período também resultou em mudanças na oferta de graduação, com um peso cada vez maior para a modalidade a distância. 

Em seguida, Alexandre discorreu sobre o panorama da oferta da modalidade EaD no Brasil. O estudo, feito em parceria com o pesquisador do Inep Luiz Carlos Zalaf Caseiro, analisa o perfil socioeconômico dos estudantes do ensino a distância, de modo a conhecer suas especificidades, em comparação com os estudantes da modalidade presencial. Também examina as experiências mais consolidadas de três estados brasileiros na oferta pública de cursos de graduação EaD: Piauí, Rio de Janeiro e São Paulo.

O estudo concluiu que a expansão da EaD em instituições públicas pode ser uma estratégia para a democratização do acesso à educação superior e para a redução do desequilíbrio entre as ofertas pública e privada. Também aponta a modalidade como uma oportunidade para a inclusão de pessoas sem acesso à educação superior. Os dados indicam que essa oportunidade ocorre majoritariamente no segmento privado.

Pesquisa Inep – O evento on-line “Pesquisa Inep: Seminário de Estudos e Pesquisas em Políticas Educacionais” é mais uma série de lives promovida pela Diretoria de Estudos Educacionais do Inep, com o objetivo de discutir os estudos presentes nos Cadernos de Estudos e Pesquisas em Políticas Educacionais – Cenários do Direito à Educação (volume 3, número 4). Os encontros virtuais ocorreram semanalmente, ao longo do mês de agosto, sempre às terças-feiras, com transmissão às 10h (horário de Brasília), pelo canal do Inep no YouTube, ambiente virtual em que as lives permanecem salvas para visualização. 

Em cada evento, dois trabalhos foram apresentados e debatidos pelos autores. Durante toda a série, foram debatidos os seguintes cenários: qualidade e desigualdade educacional, financiamento educacional, educação e trabalho, e o campo da educação superior.

Assista à última live Pesquisa Inep

Confira o estudo “A expansão recente do ensino superior: cinco tendências de 1991 a 2020”

Veja o estudo “A educação superior pública na modalidade a distância no Brasil: desafios e possibilidade”

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do Inep


Inep pede informações sobre servidores do órgão, e associação vê assédio

01/07/2022 09:42

Mais Médicos: reitores contestam exigência de chamamento público para abertura de cursos de Medicina

01/07/2022 08:41

Avaliação in loco: Lançado Painel de BI da CTAA

01/07/2022 07:34

INSCREVA-SE PARA RECEBER NOVIDADES

Artigos, notícias e informativos sobre legislação da área da educação



CONTATO

SEPN 516 Norte, Bloco D, Lote 9,

Edifício Via Universitas, 4° andar

CEP 70.770-524 - Brasília - DF

Entrada pela via W2

(61) 3349.3300

(61) 3347.4951

(61) 3030.2200

(61) 9.9370.3311

[email protected]

REDES SOCIAIS

COPYRIGHT © 2018 ABRUC. A ABRUC não é responsável pelo conteúdo de sites externos.