NOTICIA

Projetos: CAPES cria programa de prevenção e enfrentamento de desastres

10/03/2022 06:08

Ação envolverá emergências climáticas, eventos extremos e acidentes ambientais. Primeiro edital será publicado em março

A CAPES criou nesta última quarta-feira, 09, o Programa Emergencial de Prevenção e Enfrentamento de Desastres Relacionados a Emergências Climáticas, Eventos Extremos e Acidentes Ambientais. A partir dessa ação, a Fundação lançará editais para investir em projetos de pesquisa, com bolsas e recursos de custeio. A primeira seleção será publicada em março, com investimento de R$ 4 milhões.

A iniciativa contribuirá para a formação de pessoal qualificado nos programas de pós-graduação stricto sensu com linhas de pesquisas voltadas ao tema. “É uma ação de caráter permanente, envolvendo todas as áreas do conhecimento, que poderão contribuir para prevenir e combater desastres que tiram vidas e causam transtornos a muitos brasileiros”, destaca Cláudia Queda de Toledo, presidente da CAPES.

Para cada edital a ser publicado, a CAPES definirá os temas prioritários, o quantitativo de bolsas de mestrado, doutorado e pós-doutorado, o valor dos recursos de custeio, as regras de seleção e o cronograma para apresentação das propostas e divulgação dos resultados. Todos os editais seguirão a concepção dos Programas de Desenvolvimento da Pós-Graduação (PDPG), que a Fundação vem implementando desde 2020. O primeiro será publicado sob o tema Emergências Climáticas.

Com o Programa de Prevenção e Enfrentamento de Desastres, a CAPES pretende promover a troca de conhecimento entre a academia e o poder público para que os resultados dos estudos possam ser aplicados à realidade das regiões atingidas. Também quer estimular o desenvolvimento de produtos, serviços, tecnologias, materiais didáticos e mecanismos que ajudem a encontrar soluções para os problemas relacionados aos desastres. Está prevista ainda a criação de um prêmio, a ser oferecido às melhores teses sobre o assunto.

Cláudia Queda de Toledo, presidente da CAPES e Zena Martins, diretora de Programas e Bolsas no País, reuniram-se com a equipe técnica para orientar e dar mais agilidade à iniciativa. Desse modo, bolsistas poderão contribuir diretamente para solucionar problemas sociais, melhorando a vida das pessoas.    

Nos últimos anos, a CAPES tem investido em ações semelhantes. A exemplo, o apoio a pesquisas para recuperação da bacia hidrográfica do rio Doce nas áreas afetadas pelo desastre de Mariana (MG), em 2016, e o Programa Entre Mares, que selecionou projetos de combate e análise do impacto do derramamento de óleo no litoral brasileiro, em 2019.

Legenda das imagens:
Banner e imagem dentro da matéria: Imagem ilustrativa (Foto: iStock/JOSEPHINEJULLIAN)

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) é um órgão vinculado ao Ministério da Educação (MEC).


PÓS-GRADUAÇÃO: Iniciativa de consolidação de PPG recebe projetos até sexta

30/09/2022 10:05

Medicina: audiência pública irá discutir chamamento público para novos cursos

30/09/2022 10:03

APCN: Propostas de cursos novos serão recebidas até sexta-feira

30/09/2022 08:49

INSCREVA-SE PARA RECEBER NOVIDADES

Artigos, notícias e informativos sobre legislação da área da educação



CONTATO

SEPN 516 Norte, Bloco D, Lote 9,

Edifício Via Universitas, 4° andar

CEP 70.770-524 - Brasília - DF

Entrada pela via W2

(61) 3349.3300

(61) 3347.4951

(61) 3030.2200

(61) 9.9370.3311

[email protected]

REDES SOCIAIS

COPYRIGHT © 2018 ABRUC. A ABRUC não é responsável pelo conteúdo de sites externos.